Monica Sjöö, a grande mãe cósmica: redescobrir a religião da terra.

Mãe de tudo Deus
Alto relevo-Cerâmica policromada 60 x80cm
Susana Ruiz

As antigas sacerdotisas lunares eram chamadas virgens. Virgem significava solteira, que não pertencia a homem algum, uma mulher que era “uma em si mesma”.

A Palavra mesma provém de outra latina que significa força, poder, habilidade sendo posteriormente aplicada aos homens, isto é, viril.

Ishtar, Diana, astarte, Isis… todas elas foram chamadas virgens, o que não se referia à sua castidade sexual, mas sim à sua independência sexual, e de todos os heróis (míticos ou históricos) das grandes culturas do passado. Dizia-se que foram trazidos para este mundo por mães virgens, a saber: Marduk, gilgamesh, Buda, Osíris, dionysus, genghis khan, Jesus. Se-se que todos eles eram filhos da grande mãe, da mãe original, a qual lhes fornecia do seu poder.

Quando os hebreus usaram a palavra em aramaico significou solteira ou mulher jovem, de novo sem conotações a sua castidade sexual. Foi mais à frente, quando os tradutores cristãos não conseguiram imaginar a virgem Maria como uma mulher sexualmente independente e, não faz falta dizer, mudaram o significado de virgem original pelo de pura, casta, incorrupta.

Quando Joana de arco (com a sua ligação com as bruxas dos concílios) foi chamada a pucelle-a solteira, a virgem – este termo mantinha algo do seu significado original pagão de mulher independente e forte.

Monica Sjöö, a grande mãe cósmica: redescobrir a religião da terra

… Coisa Linda de sintonia de contexto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: