Quinta-Feira, dia 23 de Maio de 2019.

O dia era quinta mas os encontros foram de primeira!!!

O Selvagem_ Ele não me esqueceu nem muito menos abandonou, pelo contrário é a segunda vez que ele pega a estrada para vir me ver. Na primeira vez nos encontramos no motel Veredas e desta vez ele veio me buscar em casa, como um antigo namoradinho, conheceu meu novo lar respirou o ar puro que só aqui se pode respirar e quase tirou o tênis para sentir a grama. Ficou encantado com a tranquilidade e em seguida entrei no seu carro e fomos. Ele é um cliente da época da Saúde e mora na zona Leste de São Paulo fiquei feliz dele ter vindo me buscar em casa, em ver o respeito, não sendo aqui o lugar que realizaríamos nossas fornicações, No caminho, pegamos a rodovia Geraldo Dias e entre olhares e mãos assanhadas, comecei os trabalhos fazendo um boquete em movimento o boquete esquentou meu corpo e meus pensamentos, foi um pulo pra sentar no pau e quase deixa-lo sem visão para dirigir, entramos numa viela, intensificando a cavalgada e sentindo a adrenalina percorrer o nossos corpos estava uma delícia, até que decidimos ir para o Veredas novamente, continuar a delícia que estávamos fazendo. Não é á toa que o chamo de Selvagem ele tem uma pegada safada hard, gosta que o chupe sem suavidade com muita personalidade, tem uma pegada dominadora sem ser muito de me fazer sexo oral. Lambuzei meus seios com óleo meus bicos estavam excitados que chegava a doer, espanhola hard naquelas feitas na cadeira erótica e o fiquei estimulando-tonificando por um tempo e preparado iniciamos o ato. Foi um sexo safado, ele me arregaçando de frango assado até o talo , como gosta de me socar profuuuundamente, puxão de cabelo, batom borrado, tapa estralado, meteu e gozou fartamente em minha boca. E seguida tivemos um breve momento relax na hidromassagem, conversamos e pedimos um filé mingon que demorou quase uma hora e na espera emendamos uma segunda rodada, desta vez fiquei no comando, rebolei tanto que gozei como uma adolescente e pedi para ele enfiar no meu rabinho, com calma bem deliciosamente… lambuzei com ky e ele foi entrando, entrando e entrando até que ele despertou seu instinto Selvagem e bombou sem dó, sua rola não é pequena, nem fina é uma rola farta e bem safada, daquelas de encher a mão ele meteu com tudo e decidiu parar pois sentia que ia machucar pois bem, ele não é domesticado e preferiu bater uma gostosa me vendo siriricar também e gozou me regando toda com sua porra farta e cremosa. Um sexo selvagem com carinho e respeito. NOTA: 9.5

O Jundiaiense Boa Gente_ Um cara muito simpático me aguardava depois do seu expediente no Soft, aos poucos o pessoal da região está experimentando meu atendimento e sei que em breve estarei com uma clientela boa como sempre, dando tempo ao tempo… Tomamos uma ice juntos para descontrair quebrar o gelo, rs … me banhei e fui atacada, ele abocanhou sem nojinho, mesmo estando um pouco peludinha. Ver minha buceta sendo abocanhada com gosto me dá muito prazer, muito mais no entanto é muuuuuuiiito difícil eu gozar sendo chupada. Ele ficou numa posição de 4, todo empinado e o próximo ato a seguir foi chupa-lo naquela posição, sem nojinho também. Meti a língua, babei, cuspi, dei dedadas. Ele rebolava e queria fazer isso em mim, trocamos e foi uma delícia a sua língua no meu cu, foi tesão danado, super excitada, bucetinha inchada e batendo palmas abracei o pinto com um abraço suculento e caloroso vaginal, derretia cada rebolada minha e ele não durou muito depois de tanta sacanagens. Na segunda a sua resistência foi caprichada, meteu-me de perninhas para o ar e quando me posicionei de 4 ele não demorou muito para gozar, bunda macia é gostoso demais trepar! – disse ele. Cara gente fina, super tranquilo e muito bom de atender. Só que dá próxima vez, eu quero gozar!! NOTA: 8

O Carioca Jundíaiense: Vindo lá de Cabo Frio não pensa em trocar Jundiaí por nada, um cara de 30 anos, fofinho e muito agradável me esperava as 22h no Soft. Já tentou sair algumas vezes mais como ele só pode neste horário se não marca antes eu vou dormir cedo. Como ele marcou, aguardei ele preparando uma canja, com uma taça de vinho. Aqui em Jundiaí está começando a fazer um frio danado gente! Ele aprovou assim que eu entrei, me disse existi muitos anuncios falsos nos sites daqui inclusive alguns eu já deparei com fotos minhas, sendo usado por outras acompanhantes. Minhas fotos rodam o mundo e quando o anuncio é meu, o povo desconfia. É incrível isso. Bem, voltando este carioca mais paulista tinha um papo gostoso e conversamos um bucado antes e um bucado depois. Seu pinto não era grande, mais era firme e presente o tempo todo, até quando estávamos nus conversando e foi assim que mãozinha veio pra cá a minha foi para lá e ficamos nos acariciando, nos paquerando até que ele fui em direção ao pinto dele e mamei que fiz ele quase gozar, pediu para me comer e gozou em 10 reboladas. Na segunda depois de um papo seu pinto já estava pronto e ele me pegou de 4 e me socou quase de pé, agachado para caber tudo lá, metida com força até gozar gostoso. Ficamos de sair outras vezes para faze-lo gozar na minha boca!!!! NOTA: 8.9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: