Dia 13 de Fevereiro. 2019

Dia Nublado com leve garoa vindo do céu, fui pelos os lados da Granja Viana… Vargem Grande para visitar um novo lugar. A procura de um nova morada combinei de encontrar com um simpático corretor na proximidades. Entrei no carro dele perfumada e fomos conhecer o local. Era um careca, branquinho, discreto, com uma Bíblia no banco traseiro do carro, um casaco e uns papéis. Seu papo era intimista e não era superficial. Bem agradável até e fui recebida pelo proprietário simpático que queria a todo custo que eu ficasse pertinho dele, rs homem esperto, danado!!! Procuro algo reservado, eram todos irmãos, donos de grandes pedaços de terra, um povo simples, hospitaleiro, de fala sábia e vívida. Uma horinha de São Paulo você já sente uma frequência diferente no ar. Os cachorros mais mansos.. também tanto verde ao seu redor, quanto ar puro!!! Na última visita, perguntei se o Valdir* podia ajudar a pensar. E minhas mãos delicadas foram até seu pênis. Eu estava louca para fazer uma cena erótica, naquela manhã gostosa, naquela paz, no canto dos passarinhos, hummm.. como foi bom… Fechei os meus olhos e beijei o Valdir* sensualmente, preparada, desci a minha calça até os joelhos e logo ele começou a me acariciar. O Vardir* já tinha percebido um erotismo mas ficou bem profissional até que abaixei a calcinha e tirei uma camisinha no bolso da calça. A sua cara de felicidade foi sem preço, dei o meu aval e ele sentiu a permissividade para começar a brincar no ato, todo o consenso, mais sem muitas palavras.. um dialogo era puramente interno, mentalmente fomos dando a permissividade e com todo este clima a aventura de sermos pegos foi deliciosamente delirante. Me apoiei na madeira num mezanino e ele enfiou seu pau carnudo e rosado em mim. Não demorou 1minuto e meio. Ele disse que estava quente demais e explodiu. Fiquei molhadinha, pra mim a brincadeira estava só começando e foi assim… Acabei fazendo amizade com o Valdir*, deixando a ele mais informado como gostaria de morar e foi isso. Ele me deixou aonde nos encontramos, simpático e agora com uma história boa pra contar. E eu também é claro… Aproveitei que estava no caminho e fui visitar uma Fraternidade Eucarística…

Terça-Feira, dia 13 de Fevereiro de 2019!

Depois de alguns dias mocinha, hoje recebi a visita de um cliente que me procurou cedo dizendo que tinha sonhado comigo. Adoro estar nos sonhos de outras pessoas. Ora consciente ora no subconsciente, mas  sempre é bom!

Depois do almoço o recebi.

O Sempre Pampa: Ele é o mais novo solteiro do pedaço!!… Ao logo dos nossos encontros acompanhei o declínio e o fim do seu relacionamento. As vidas paralelas e volta que a vida dá, um dia as vidas se cruzam, é sempre assim. Ele trabalha aqui perto e chega em instantes, sempre social, sempre sorrindo e perfumado. Conversamos sobre nossas vidas, nossos sonhos e vontades. E quando começo a visitar demais seus pensamentos o seu desejo quando vem é incontrolável e ele vem, tranquilo, inicialmente frio mas logo esquenta, gosta de retribuir todo o carinho e chupa sem pena, lambe, suga, lambuza-se, bonito de vê! Tem um corpo gostoso, aquele carinha do escritório e que no final de semana vivi de surfar, uma galerinha que eu muito admiro. Seu membro é grosso, tamanho bom, saudoso, farto e carismático!! 🙂 Usei camisinha retardante com ele pois tem mania me queimar a largada. E sempre como vem para um breve momento, eu quis muito aproveitar o momento. Dei aquela chave, encaixei, sentei, rebolei e ele gozou.. susurrei junto a ele e gozei e seguida. A xana está com saudade! NOTA: 9.3



Monica Sjöö, a grande mãe cósmica: redescobrir a religião da terra.

Mãe de tudo Deus
Alto relevo-Cerâmica policromada 60 x80cm
Susana Ruiz

As antigas sacerdotisas lunares eram chamadas virgens. Virgem significava solteira, que não pertencia a homem algum, uma mulher que era “uma em si mesma”.

A Palavra mesma provém de outra latina que significa força, poder, habilidade sendo posteriormente aplicada aos homens, isto é, viril.

Ishtar, Diana, astarte, Isis… todas elas foram chamadas virgens, o que não se referia à sua castidade sexual, mas sim à sua independência sexual, e de todos os heróis (míticos ou históricos) das grandes culturas do passado. Dizia-se que foram trazidos para este mundo por mães virgens, a saber: Marduk, gilgamesh, Buda, Osíris, dionysus, genghis khan, Jesus. Se-se que todos eles eram filhos da grande mãe, da mãe original, a qual lhes fornecia do seu poder.

Quando os hebreus usaram a palavra em aramaico significou solteira ou mulher jovem, de novo sem conotações a sua castidade sexual. Foi mais à frente, quando os tradutores cristãos não conseguiram imaginar a virgem Maria como uma mulher sexualmente independente e, não faz falta dizer, mudaram o significado de virgem original pelo de pura, casta, incorrupta.

Quando Joana de arco (com a sua ligação com as bruxas dos concílios) foi chamada a pucelle-a solteira, a virgem – este termo mantinha algo do seu significado original pagão de mulher independente e forte.

Monica Sjöö, a grande mãe cósmica: redescobrir a religião da terra

… Coisa Linda de sintonia de contexto.

O ensaio sobre o silêncio.

Texto maravilhoso que encontrei e descreve perfeitamente meu momento atual.

“Como terapeuta do som, tive, e ainda venho fazendo esse estudo, que aprender a lidar com o silêncio, com a pausa, com o hiato, com o vazio, a ausência, a quietude, a imobilidade, a falta de estímulo, enfim, a morte de tudo que me agita, me dá um suposto senso de identidade, que parece que constrói minha segurança em Ser.

Ausência de estímulo em nossa sociedade hiper estimulada, pode ser um lugar aterrador, estranho, que causa sensações estranhas, um terreno desconhecido e assustador.

Querer parar é uma escolha. Escolher voluntariamente trilhar esse nível de consciência de Nada, isso constrói e lapida o que o Roberto Assagioli chamou de Vontade.

Por que então parece ser tão desafiador adentrar e permanecer nesse espaço de silêncio? Vamos provocar! Porque nesse espaço, o ego perde força, a mente perde influência, o medo perde o controle e a identidade é relativizada. Caso a pessoa não tenha aprendido a apreciar a própria natureza, a própria companhia, possua uma autoestima baixa, levando-a para lugares de autodescuido e abandono, em forma de sabotagens inconscientes, sem dúvida, ficar pousado no silêncio e ter que olhar para si, será bem desafiador.

Ou se a pessoa é hiper identificada com seu plano mental, que a leva a polarizar em sua atividade profissional, familiar, social e só se sente reconhecida (ou seja, sente que é amada ou valorizada quando vestida dessas posições), o silêncio irá convidá-la a ficar nua, retirando cada uma das fantasias, uma nudez difícil de olhar.

Há ainda a pessoa que tem medo de morrer, que no fundo significa que ela tem medo de viver, medo de amar, medo de ser feliz, de ser bela, de ser leve e abundante, a pessoa que se entorpece de sofrimento, amargura, ódio, ressentimento, que vicia suas células com neuropeptídeos que vibram medo, essa pessoa ao ser tocada pelo silêncio será desafiada a vivenciar a morte, o luto, a dor.

Quem não consegue se entregar durante a noite, para um sono profundo e reparador, em alguma medida, é porque não consegue morrer, já que dormir é uma pequena morte. Há apego, controle e sentimento de falta.

O silêncio será absolutamente assustador, pois suscitará que cada um desses sentimentos, venham a tona na consciência e haja o derradeiro contato, encarar, ir de encontro, resolver e finalmente integrá-los.

No silêncio o medo se torna ensurdecedor.

Dito tudo isso, agora fica mais fácil de entender o que de fato está por trás das falas corriqueiras sobre o ato de meditar, tais como “não tenho tempo”, “minha mente é muito agitada”, “eu esqueço de fazer”, “acho muito difícil”, “já sou calma, não preciso”.

Se meditar é por natureza o ato de Vontade que nos abre para o silêncio, sabendo que, para o ocidental entrar em silêncio é desafiador, é bem óbvio que não se queira tomar e desenvolver esse caminho.

Podemos resumir a luta da raça humana, pela luta por liberdade e vontade própria (impulso creativo). Essa é a mola do progresso, contudo, ao mesmo tempo que o homem clama por liberdade, quando, realmente ele se vê diante de sua grandeza, diante de sua vastidão, do seu deserto, do seu poder de escolha e creação, é tudo tão grande e imenso, que pode ser assustador. É muita luz, é muita realeza, é muito amor, é muita responsabilidade. O homem então recua e nega sua luz, seu poder e sua ação creadora.

Quem no homem nega? Quem no homem se apequena, se encolhe, busca o canto, sente-se vulnerável e frágil? Quem no homem tem medo de grandes responsabilidades? Prefere que alguém faça, que se responsabilizem por ele? Quem? Muito provavelmente a parte imatura, a criança machucada. Que foi convencida de que em sendo ela, ela era ruim, ela atrapalhava a vida, era errada, desenhava mal, sua voz era muito estridente, sua cor muito forte, sua forma muito exuberante e seu cheiro muito enjoativo. Essa flor interrompida, podada antes do tempo certo. Essa parte carente de amor (subnutrida) que morre de medo da responsabilidade sobre si mesma.

A criança que, no vir-a-ser dela, teve o impulso CREADOR natural interrompido por alguma informação do campo (pais, educadores, cultura, situações traumáticas) gerando um sentimento de inadequação tremendo, uma culpa por ser quem se é absurda e uma falta de confiança no ato de se criar, no mundo, de tornar-se pessoa, ou seja, de se amar, se cuidar. É desse lugar que parte o medo de Ser Grande.

A terapia do som é desafiadora, é libertadora, é bela, porque é isso que ela faz, ela afina seu ser pequeno ao seu Ser Grande, que é o puro silêncio de ser.

Ao mergulharmos no Nada, nos fundimos ao Todo.

ELEVA Sound Healing
Afinando o Ser…

Texto retirado de:

http://www.elevaterapia.com.br

#soundhealing #silencio #nadayoga #anahata #meditacao #terapiadosom #tigelasdecristal #medo #criancainterior #terapia #autoconhecimento

Dia 11 de Fevereiro de 2019!


A vida tem suas surpresas, seus desafetos e seus mistérios. Semana passada eu estava passeando com meus cachorros e a fêmea acabou sendo atropelada. Morreu na hora, o cidadão que cometeu o ato não parou e seguiu adiante. Eu fiquei sem chão, triste e cabisbaixa por estes dias. Mas estou superando… a vida segue. Parei de escrever meu livro, no meio do caminho… parei. E estou sentindo tudo que é para senti neste momento. Tenho tantas coisas pra contar e sem sei por onde começar… a vida passa e isso as vezes a gente esquece!!!!


Dia 28 de Janeiro .2019


Observando toda a beleza desta imagem… se julgar cores, forma, apenas contemplando a beleza deste momento. Aprecio, respiro, contemplo…
Me sinto a própria Deusa Vênus. 





O Sabe o que quer, doCardoso : Integrante do W.P. o Whatsapp Privê. Ele me procurou antes de viajar e de volta a São Paulo hoje ele veio me conhecer. Garoto, manhoso, travesso poderia o descrever, veio do outro lado da cidade cheio de charme tirando a camisa e se sentindo em casa. Sangue português e dendê com mel esquentou o clima e foi no quarto que ficamos mais a vontade. Salivando ele pediu para sentir o meu gosto, degustada gostosa eu levei!!! O desejo, o beijo, o calor se fez presente, gozei primeiro por cima cavalgando feito uma amazonense e ele com mérito partiu para o c.u.d.a.v.e.n.u.s e bombou até gozarmos intensamente em sintonia. A vontade era de ficar mais foi uma delícia conhecer e gozar com você! NOTA: 9



.



.



O Careca da Noite:  Sua primeira vez aqui entrou todo cheiroso, num frescor! Simpático e safado inebria sua personalidade, tem um jeito e gosta de petiscar. Preliminares com um sexo oral sem nó, cheio de desejo e tesão. Sinto que nesta fase da lua enebrio um cheiro particular e quando dissolve nas papilas gustativas promove um clímax sensorial e mental. O desejo se sente na profundidade que a respiração muda e o cheiro faz parte do sexo. O sexo foi bem na bucetinha mesmo, variando as posições e intensificando com o tesão. Fim de noite show!!!! NOTA: 9.1





Em Fevereiro de 2019 o meu atendimento estará com um valor bem interessante, com diferença nos dias e horários e formas de pagamento.



De Segunda a Sexta feira das 11h as 23h.



Das 11h as 16h – 260,00 1h



Das 17h as 23h – 320,00 1h



Atendimento de 1h, pagamento em dinheiro.



Atendimento Completo + 50,00



Válido no meu local, motéis, hotéis, consultórios, residências, escritórios, exibicionismo (rua, carro, estacionamento).



Valor Exclusivamente para este mês de FEVEREIRO-2019



Aproveite!!!


Primeiros Atendimentos do Ano 2019!

Olá você que me acompanha, um Feliz Ano Novo!!!

Cheio de muito amor, saúde, luz, sabedoria e muita prosperidade é o que eu te desejo do fundo do meu coração!

Depois de 28 dias no meu querido Nordeste um momento muito bom de introspecção, contemplamento, aprendizados e muitas aventuras eu vivi. Contei que estou escrevendo um livro e devagarzinho eu estou colocando muita aventuras e muita vida em cada palavra. Um amigo meu de Salvador me disse ”o que é mais legal de ouvir suas histórias é que elas são reais, vividas por você e você se encontra hoje em minha frente, magnífico isso!” Espero gerar antes de 9 meses, mas aguardem com paciência este grimório do que é liberdade sexual!

Aproveitei meus dias junto ao Sol para tomar toda a vitamina que eu precisava, resultado… voltei com um bronze daqueles! Tomei banho de sol, de lua, de estrelas, de mar, de rio, de mata, de areia, senti o vento me rodopiar. Senti a Natureza me acalentar, me ensinar e me revigorar. Voltei diferente, tenho plena certeza disso!

Iniciei os atendimentos este ano num interior lá de Pernambuco, aonde minha querida mãe mora. Vou sempre visita-la mas o costume é sempre atender na capital. Desta vez, ando sendo cada vez mais  eu junto da família e dei uma escapada rápida num domingo para conhecer um seguidor que mora na cidade vizinha.

O Garoto Pernambucano_ É bichinho retado!!!! E de sorte, me ligou para saber que interior eu estava e que gostaria de se encontrar comigo, quando falei o nome da cidade ele quase caiu para trás, ficou 2 minutos sem voz e quando recuperou o susto falou: moro na próxima cidade, 15 minutos estou ai! Nos encontramos num local neutro… eu estava de saia e blusinha  e um salto alto, bem mocinha de família e fomos até um motel da cidade. Sem esconder sua admiração e sua ansiedade o menino mandou bem, pegou uma suite com hidro, cervejinha para refrescar e iniciamos com um delicioso papo na hidromassagem. Lá mesmo eu fiquei de 4 e comecei a mama-lo, deixando ele com uma visão espetacular! Logo depois fomos para a cama, sem demora ele me chupou e deixou minha xaninha inchadinha e super molhada por dentro pronta para ser penetrada! Vestimos seu menino  e sua rola que não era pequena nem fina, rsrs… entrou em mim, rompendo o 2019 com força! Foi uma delícia aquela transa, aquele momento, saber que eu voltaria depois para a casa da minha família e eu vivendo eu mesma… gozei 2 vezes e no final de tantas posições e tensões ele jorrou leite em minha boca. Coisa que ele nunca viveu. Confessamos desejos e muitas fantasias, sinto que vivo um momento muito sincero com meus clientes, pois eles podem ser eles mesmo e isso é bom. Já que o homem não tem costume de pedir ajuda, ou se abrir. Acho que eu faço um bem danado para a saúde física e mental masculina!!!!! Sai com um sorriso de orelha a orelha… ele me deixou pertinho da casa da família e falou que nunca mais lavaria a camisa que ficou com o meu perfume… rsrsNOTA: 9 

 


Antes de fazer o caminho de volta para casa, entrei no bate papo da Uol. Coisa que fiz muito no começo de minha carreira, como estou escrevendo o livro quis senti aquela sensação novamente e entrei na cidade aonde estava. Muitos casados a procura de gay. Muitos homens afim de sexo anal… Mais lugar aonde não tem o hábito de ter duchinha ao lado do assento sanitário fica difícil! Mulheres sem saber como fazer a higiene fica difícil de fazer sexo anal e nas casas do nordeste este pequeno e importante adereço nos banheiros são raros. Fica a dica! Mais vamos lá… esta história vai para o livro…



O Primo-Amor Distante_ Nos conhecemos quando crianças e no inicio de minha adolescência ele me pediu em namoro, um namoro inocente tínhamos mas logo depois eu não me adaptei na cidade, decidir ir morar com meu pai e perdemos o contato… No domingo em família, uma prima que é prima dele falou que volta e meia ele perguntava de mim e eu pedi para ver uma foto dele, como ele estava no momento… e nossa o tempo foi muito bom com ele, que belo homem ele se tornou!!! rs … Na segunda feira eu entrei no batepapo e um cara muito simpático pediu meu telefone, pois pagaria para ter um momento comigo… e dei o telefone, quando ele me adicionou via whats e eu vi a sua foto, eu quase cai para trás! hahahahah que mundo pequeno!!!! Ou será a lei da atração? A física explica estes fenômenos…. fiquei num receio danado… até que abri o jogo e falei que já nos conhecíamos… e ele não sabia que eu era eu. Até que combinamos dele me pegar em um local e foi um tesão reprimido e solto, liberto como uma borboleta que voa depois de um longo confinamento. Ele deu até uma amolecida no meio do atendimento pois ele estava com Alinne Brandão que ele conhecia via internet e disse que no dia que fosse para SP iria me encontrar… e a sua amiga-e-namorada de infância… Nossas famílias eram bem unidas e tinham a inocência de nos deixar a sós… e uma vez eu dormir ao seu lado quando tinha uns 13 anos… e ele a mesma idade que eu… me apalpou e eu permitir… na verdade, eu estava ficando muito molhada, até q uma hora ele deixou de me apalpar, de percorrer seus dedos… e quando vi ele já tinha era gozado… rs…. foi o ápice do nosso namoro este momento. E nunca mais o tinha visto, bote aí 10 anos…. o reencontro foram muitos carinhos, confissões, um amor e um respeito que só quem me conhece desde pequeninha tem. Foi maravilhoso este reencontro!!! NOTA : 11 



Parei em Salvador antes, para mais 3 dias de sol antes… andei por Imbassaí e a praia naturista Massadandupió, para quem não tem neurose com seu corpo e ama a liberdade!!! É O LUGAR!



Voltei energizada, passei o domingo curtindo minha casa, desfazendo a mala, dormindo com meus cachorros em volta… uma delícia é viver tudo isso. Na segunda, iniciei os atendimentos em São Paulo! E devo dizer que iniciei muito bem…



O Alemão_ Ele me encontrou cheia de sacolas voltando da quintada, despojada e quente, ofereci uma água para nos refrescar e conversamos um pouco na cozinha. Leitor do meu Diário do outro lado do oceano, veio com uma pergunta na ponta da língua ” porque as notas no blog?” e respondi ” a vida nós sempre estipulamos uma nota de 0 a 10. Mentalmente e no subconsciente, eu apenas coloquei para os clientes saberem como eles realmente são na cama e no conjunto da obra, que é o encontro. ” Produtor, um homem que exalava culturas e povos , alto, carnudo, sem cerimônias chupou minha buceta até deixa-la pronta. Respirava profundamente nela como quem quer saber o segredo do sabor e do encanto. Tivemos um momento super especial, sem frescuras, sem amarras, um sexo livre… retribuir todo o carinho com maestria e ficamos apenas nas preliminares… que foram tão boas que não precisamos transar em si. O orgasmo chegou em ambos, quando eu batia uma siririca pra mim e uma punheta para ele.. foi um tesão vendo esguichar na mão seu jato farto e leitoso sobre mim… eu sentindo aqui, gozei em seguida! Um momento delirante, uma preliminar que valeu mais que mil sexos. Gostaria era de mais tempo juntos… NOTA: 10



O Engomadinho_ Ele me lembra aquele meme que teve um viral nos últimos dias, muito certinho, alinhado, super bem vestido tem uma fascinação pela minha vida selvagem! Vestidos somos dois opostos, nus somos iguais! Na cama ele venera, acha lindo minha forma de viver minha vida e fala que gostaria de ter mais coragem para ser um pouquinho mais relaxado… é muito educado e agradável em cada minuto que estamos juntos. Mais quando termina o encontro ele me tira de sua agenda, como se eu fosse o procurar no dia seguinte… kkkkkkkk Querido, saiba que o nosso relacionamento e envolvimento termina quando eu recebo o meu cachê. Um medo desnecessário, ou um preconceito pelo prato delicioso que acabou de comer. Enfim, deixo a reflexão. NOTA: 7



O Casado do Brás_ Ele tem loja neste bairro e também é casado e depois que sai me exclui de sua agenda, como se ele tivesse comprado alguma droga e não quisesse deixar rastros. Já falei que não sou de enviar nada quando não me dão liberdade e não me sinto bem quando fazem isso. Tenho sido categórica com ele e as vezes eu o atendo e as vezes não tenho horário. No tete a tete ele é legal, na cama vem numa fissura da nega que fez ele dar 3 sem pressa. E eu também gozei, nosso sexo é muito bom. Por isso que apesar de toda indiferença, volta e meia o atendo. NOTA: 7.1



O Escorpiano_ Ele veio lembrando do nosso último encontro que foi em agosto do ano passado. Combinou comigo, subiu a serra que ele é lá de Santos e veio ”deixar o mundo de lado e respirar a magia e a leveza da Alinne Brandão”… foi o que ele disse. Bebericamos uma coisinha na cozinha, conversamos amenidades e descobrimos que temos muito em comum. Altos papos e muitas reflexões sobre a vida e sobre o que ela nos faz transformar… papo cabeça para uns, para eu e ele, foi um momento de descontração e muita beleza! Na cama., depois de um banho frio ele mostrou todo o seu lado escorpião, seu desejo e seu objeto de desejo estavam em suas mãos e no alcance de sua língua que mostrou um talento sem pressa e degustou até arrancar sabores de minha vagina. Aí eu também o chupei, chupei ele todinho, pênis, bolas, ânus, passei a língua de norte a sul de leste a oeste, senti ele delirar e ele enrijecer tudo. Foi Maravilhoso… uma bela preliminar! O sexo foi em seguida, acompanhando os corpos e o calor que vinha de dentro deles, foi um único sexo com muito desejo e fantasias. Uma momento de uma tarde delicioso!!! NOTA: 9



O Cliente da Terapia_ Ele volta a meia vem fazer Barras de Access comigo. Mas hoje, ele agendou um programa, a terapia hoje foi um bate papo gostoso antes de iniciarmos aos toques, em seguida foi se refrescar e depois nos encontramos na sala, demos uns amassos e logo depois estávamos na cama. O sexo foi voraz, a sede e a fome que ele estava quase que queimava a largada nas preliminares mesmo, que foram deliciosas… mais até que segurou bem e conseguimos gozar juntos, com os corpos transpirando e eliminando várias toxinas! Eu acho o meu atendimento muito terapêutico, não sou nenhuma ortodoxa, mais fugo dos padrões e penso como Sigmund Freud em muitas coisas e tenho meus próprios meios malucos de trazer um bem estar e cura as pessoas. Ele é muito esporádico mais se viesse com mais frequência conseguiríamos organizar todas as suas caraminholas e ele viveria uma vida mais leve e mais tranquila. Mas tamos caminhando pra isso, vejo um progresso e Luz! NOTA: 8.9



O Japa da Saúde_ Minha casa até a dele é 1k5m pertinho, desta vez, veio a pé, fazendo já um exercício por moro encima de uma ladeira e ele mora em outra, mas veio mesmo assim, no sol quente tomou uma ducha fria para se refrescar, uma água e depois namoramos… carinhoso e bem safadinho gosta de preliminares ousadas que coloco um pouco mais de limite a ele… não me chupa, só gosta de receber e assim em seguida fazemos um sexo. Gosto de homens que vem para dar e sentir prazer… afinal um bom sexo é quando as duas pessoas são estimuladas e estão em sintonia… mesmo assim, fomos para o segundo round, minha quentura e desejo foi muito… e finalizamos um olhando para o outro se masturbar! Uma delícia isso, senti seu gozo escorrer meus joelhos e pernas, foi uma delícia!!!! NOTA: 8





Ufa!!!!! Atualizado!!! Demorou mais saiu!


O Poder Feminino

“Homens pequenos não suportam a grandeza
de mulheres loucas.
Eles não suportam a risada exagerada delas
a inteligência para assuntos complexos
a visão que elas têm sobre a vida
Sobre a felicidade que a liberdade
pode oferecer.
Homens pequenos não suportam os livros
cheios de tesão e amor que elas guardam
as músicas com letras enigmáticas
as fotos abstratas
as roupas metade preto e metade colorida.
Homens pequenos não podem competir
com a grandeza de uma mulher louca.
Uma mulher que sente dez vezes mais
do que o resto do mundo
que chora silenciosamente
só pra não parecer fraca
que consegue caminhar sozinha
mas que aceita a companhia
de alguém que a entenda.
Eles não suportam serem amados
com tanta força
serem desvendados
descobertos facilmente
decorados e enfeitiçados.
Eles não podem ficar
porque seria loucura demais
competir com o sexto sentido delas
com a beleza, com o sorriso inocente
com o olhar triste, com a boca que chama
com o corpo que arde em adrenalina.
É por isso que eles fogem e têm medo.
Mulheres assim
se casam com a própria loucura
e acredite, elas são felizes.”

Texto retirado da Internet.

Olá Leitores!!!

Olá queridos leitores, tudo bom com vocês?

Ando aproveitando o tempo livre, tomando um ar no interior de Pernambuco para escrever meu primeiro livro, com 69 histórias vividas por mim. São tantos anos, tantas experiências que as vezes até dá um branco, mais estou indo bem. Quando voltar para São Paulo pedirei para uns amigos lerem e revisarem pra mim, pois sei que as vezes troco o mas por mais, rs e outras concordâncias. Falta de atenção mesmo, mas estou tentando escrever com calma e lendo o que eu escrevo as vezes eu mesma me corrijo. Enfim, tô no colo da mãe, numa tranquilidade danada e com um tesão acumulado.

Semana que vem passo 3 dias em Salvador. Dias 10, 11 e 12. Dia 13 volto para SP. Retorno as atividades dia 14-01-2019 em Sampa!

Um beijo enorme a todos, tenham um excelente ano de 2019!